‘Família Sem Destino': três dicas para sua viagem por Alagoas

By | September 30, 2013 at 12:26 am | 3 comments | Alagoas, Familia Sem Destino, Posts quentes | Tags: ,

Alguns dias em São Miguel dos Milagres me fizeram até esquecer que existia blog, leitores, internet, computador e civilização. Sendo assim, estamos um pouco atrasados nos posts do ‘Família Sem Destino’. Nesses dias, conhecemos lugares incríveis, pessoas maravilhosas e comidas “dos deuses”, como diria minha mãe. Colecionamos também muitas dicas sobre o que fazer em Alagoas.

(Veja os outros posts do ‘Família Sem Destino)

Gabriel se divertindo no mar de Alagoas

Gabriel se divertindo no mar de Alagoas

Uma ótima dica veio do pessoal do Maceió Hostel quando seguíamos viagem para São Miguel dos Milagres. Procurávamos um lugar para passar uma tarde agradável com o Gabriel, onde ele pudesse brincar e se divertir enquanto nós descansávamos. A opção foi o Hibiscus, um restaurante/clube em frente à praia de Ipioca, terra do nosso segundo presidente Floriano Peixoto. Por R$ 15 você tem direito a toda a estrutura do lugar, com piscina, playground, duchas, redários e palhoças, tudo isso em frente a uma bela e tranquila praia. Pagando um pouco, você ainda pode fazer massagem (R$ 40 / 40 min) ou um passeio de catamarã até as piscinas naturais de Ipioca (que não pudemos fazer porque a maré estava alta). Confesso que esperava mais do restaurante. As entradinhas estavam até gostosas, mas o prato principal deixou a desejar. Mesmo assim, recomendo o lugar para quem quiser fugir das praias mais tradicionais de Maceió.

Família Sem Destino - Alagoas

Hibiscus visto do mar

Família Sem Destino - Alagoas

Camas em palafitas em frente à praia. Lugar perfeito para relaxar

Família Sem Destino - Alagoas

A segunda dica é a visita à Foz do Rio São Francisco. Quem já viu minhas postagens sobre minha viagem a bordo de um barco pelo Velho Chico sabe que eu sou fascinado pelo rio, então o passeio à foz estava nos meus planos desde que eu comecei a programar a viagem. Infelizmente me decepcionei um pouco, e por vários motivos. O primeiro problema foi a estrada, esburacada como o solo lunar. Uma viagem que deveria levar 1h30 acabou levando 3h e nos fez chegar mais tarde do que gostaríamos em Piaçabuçu, de onde saem os barquinhos para o delta. O segundo foi o preço de R$ 55 por pessoa para o passeio, que eu achei bem salgado. E o terceiro foi o guia, que me prometeu que nós iríamos com o barco bem no encontro do rio com o mar, sendo que isso na verdade não é possível. No final, o passeio acaba valendo a pena pela beleza e pela energia do Rio São Francisco. As dunas, a vegetação, os pescadores pelo caminho e o sol forte ainda no fim da tarde fizeram o cenário perfeito para centenas de fotos e boas lembranças para guardar na memória… mas se você estiver em Maceió e tiver que escolher entre visitar a foz do rio ou os canyons na cidade de Piranhas (a quatro horas de Maceió), fique com a segunda opção (pelo menos foi isso que a maioria das pessoas me disse). No final, fizemos uma tensa viagem de volta, já à noite, desviando de buracos e torcendo para o nosso New Fiesta não desmontar durante o caminho…. ainda bem que o carro é valente.

 

Família Sem Destino - Alagoas

A bela paisagem do passeio

Família Sem Destino - Alagoas

Nosso capitão

Família Sem Destino - Alagoas

No caminho, colocamos nosso Fiesta para passear na areia

 

Um adendo aqui sobre o passeio à foz do rio São Francisco: hoje (domingo) no jantar, perguntei ao Gabriel qual tinha sido a melhor coisa da viagem para ele até agora. Ele nem pensou duas vezes e disse que foi o mergulho no rio. Com isso, não tem o que discutir. Se ele gostou tanto assim, todos os problemas apontados por mim antes desapareceram.

Família Sem Destino

Momento pai e filho nas águas do Velho Chico

 

E a última dica desse post é onde ficar na capital alagoana. O Maceió Hostel, da rede Hostelling International, tem duas unidades na cidade. Uma em Pajuçara, mais no estilo pousada, com quartos privativos, e outra em Ponta Verde, com quartos coletivos e individuais. Enquanto estava sozinho, fiquei em Pajuçara, aproveitando a proximidade com o mar para dar uns mergulhos pela manhã antes de seguir para o congresso que estava participando. Com a chegada da família, me transferi para Ponta Verde, que contava com mais espaço para o Gabriel liberar sua interminável energia. Os dois hostels possuem televisão, ar condicionado, wi-fi, cozinha coletiva, um ótimo café da manhã e um staff solicito. A unidade de Ponta Verde conta ainda com uma área com churrasqueira, ducha, redário, churrasqueira e mesa de sinuca. Virei fã dos irmãos Fábio e Pedro, proprietários dos hostels, que sempre dão um jeito de nos ajudar e fazer com que nos sentíssemos em casa.

Família Sem Destino - Alagoas

Gabriel ouvindo as dicas dos amigos do Maceió Hostel

Família Sem Destino - Alagoas

Momento relax no redário do hostel

Família Sem Destino - Alagoas

Já estamos em Porto de Galinhas, mas ainda temos muito o que falar sobre nossa passagem por São Miguel dos Milagres. Aguardem os próximos posts e acompanhem o ‘Família Sem Destino’ nas redes sociais.

Facebook:
/blogsemdestino

Twitter:
@blogsemdestino

Instagram:
@pedroserra

O projeto “Família Sem Destino” tem o apoio da Ford e da Hostelling International Brasil

MAceió

3 Comentários

  1. Sol (1 year ago)

    Oi td bem? O passeio a Foz foi o meu preferido na viagem a Maceió. Eu fui de van com a Maceió Turismo e ao contrário do que se passou com vocês, desde o começo o guia nos informou que não seria possível ir muito próximo ao encontro das águas e olha que o nosso barco foi o que chegou mais perto. Adorei td, a paisagem, o guia, o almoço na volta, o traslado.
    Beijos
    Adorei o post

  2. Pedro Serra (1 year ago)

    Pois é… por isso que é tão complicado a gente reclamar de algo em um blog baseado em apenas uma experiência. Realmente o meu dia não foi bom, mas o passeio compensou. Já no seu, o dia todo foi perfeito, o que fez o passeio ainda melhor. Obrigado pelo seu relato e pela dica. Provavelmente sair de van com um guia contratado direto de Maceió seja uma melhor opção.

  3. 'Família Sem Destino' visita a foz do Rio São Francisco (1 year ago)

    […] escrevi aqui sobre a minha visita à foz do Rio São Francisco, em Piaçabuçu, Alagoas. Agora vocês acompanham a aventura em um vídeo especial, com direito a […]

Comments

© 2012 Blog Sem Destino. All rights reserved.
css.php
Get Adobe Flash player