Como escolher sua câmera fotográfica e de vídeo

By | June 25, 2012 at 12:21 am | 26 comments | Serviços | Tags:

Recebo a pergunta “qual câmera fotográfica devo comprar?” pelo menos uma vez por dia. Com tantas opções de câmeras fotográficas digitais no mercado, é realmente muito difícil decidir o equipamento certo para o tipo de fotos que você deseja fazer. A minha resposta, invariavelmente é a mesma: depende… e ela geralmente vem acompanhada de uma longa explicação de todos os tipos de câmera fotográficas disponíveis no mercado. Vou abordar as primeiras questões falando basicamente de fotografia, mas tudo pode ser aplicado para vídeo, já que 90% das câmeras de hoje em dia filmam e o processo é basicamente o mesmo. No final do post, vou falar exclusivamente de vídeo. A questão é que antes de tomar uma decisão, você tem que fazer uma autoanálise e se fazer algumas perguntas básicas.

1 – Para que você quer a câmera?

Se você quer apenas mostrar as fotos para os amigos e a família ou postar as fotos em um blog amador, com certeza vai comprar um equipamento diferente de quem quer postar as fotos em um blog profissional, ganhar dinheiro com as imagens ou imprimí-las para exposição.

2 – Que tipo de fotos você vai tirar e onde você vai fotografar?

Equipamentos diferentes vão atender a necessidades de quem quer fazer retratos, paisagens, macro, esportes, HDR ou fotos em estúdio. Noite, dia, lugares abertos ou fechados também vão influenciar na escolha. Você pode preferir uma câmera com maior sensibilidade ou uma câmera com mais velocidade, dependendo do uso.

3 – Você realmente quer aprender a arte da fotografia?

Se a sua ideia é apenas apertar um botão e ter a imagem, para que gastar mais em uma câmera fotográfica profissional? Aprender a arte da fotografia significa tirar fotos no modo manual, tendo domínio de velocidade e abertura do obturador, selecionando o ISO correto para a imagem e aprendendo a focar e compôr a imagem corretamente.

4 – Praticidade é importante para você?

Se você vive na correria e não tem tempo de trocar lentes ou não tem espaço na mochila para os periféricos, não tem porque investir em uma câmera que vai te obrigar a andar com um monte de bugiganga.

5 – Quanto você tem para gastar?

Essa é uma pergunta das mais importantes. Não adianta você dizer que a câmera ideal para você é uma hasselblad de US$ 20 mil se você não tem dinheiro para comprá-la. A câmera fotográfica ideal é sempre aquela que cabe no nosso bolso (não fisicamente, mas financeiramente).

Meu equipamento de foto e vídeo. Cinco lentes, três câmeras e muitos periféricos

Algumas outras considerações:

Sensor, quanto maior, melhor: O sensor é a parte da câmera que recebe a imagem e, quanto maior ele for, mais qualidade você terá. O tamanho do sensor é também um dos principais fatores para se trabalhar com baixa profundidade de campo (ou seja, aquele efeito usado por fotógrafos profissionais, que conseguem deixar uma pessoa em foco e o fundo desfocado). Há diversos tamanhos de sensor no mercado, sendo os menores os de celulares e câmeras compactas (point and shoot) e os maiores os das DSLRs Full Frame (não vou entrar no mérito das câmeras de médio formato, que têm sensores maiores). O sensor Full Frame corresponde ao tamanho de um antigo frame de filme fotográfico. Logo abaixo, vêm os sensores APS-C, que são entre 1,5 e 1,6 vezes menores que os full frame (cada fabricante tem o seu fator de corte). Esses sensores são usados em câmeras DSLR e Mirrorless (que eu vou explicar depois). Há ainda os sensores micro 4/3, que é duas vezes menor que o full frame e é utilizado nas câmeras mirrorless. Com um sensor menor, além de menos qualidade e menos possibilidade de trabalhar com profundidade de campo, você ainda terá uma alteração na distância focal da lente. Uma lente 50mm vai virar uma 80mm em um sensor APS-C e uma 100mm em um sensor micro 4/3.

Veja abaixo alguns tamanhos de sensores:

Tamanhos de sensores. Clique para ampliar.

Pixel não é tudo: Os pixels são as pequenas células que recebem a luz e a convertem em impulsos formando a imagem no sensor. Um sensor pode ter entre 2 milhões de pixes, ou 2MP, e 200MP (câmera médio formato). A questão é que nem sempre ter mais megapixels quer dizer que uma câmera é melhor que a outra. Por exemplo, uma Olympus Pen E-P3 tem 12,3 MP, mas um sensor de 18mm x 13,5mm, enquanto uma Pentax Q tem 12,4 MP, mas um sensor de 8,8mm x 6,6 mm.

Lembre-se dos extras: o preço de uma câmera é apenas o começo. Lembre-se que você ainda terá que comprar cartão de memória, tripé, bolsa, e, dependendo da câmera, lentes e flash.

Tripé Gorillapod, uma ótima opção para quem quer carregar pouco peso

Zoom óptico: algumas câmeras oferecem zooms de até 10x, mas quando você vai ver, boa parte deste zoom é digital. O zoom digital é como se você estivesse aumentando a imagem no photoshop, e isso diminui a qualidade, gerando uma imagem granulada. Opte sempre pelo zoom óptico.

Controle, quanto mais, melhor: Para desenvolver a sua fotografia, é importante que você tenha a possibilidade de controlar, pelo menos, a abertura e a velocidade. As câmeras de hoje em dia são bem “inteligentes”, mas em muitas situações temos que nos meter e dizer a elas o que queremos.

Tipos de câmeras:

Celulares:

O bom de um celular é que ele está sempre conosco, é leve, fácil de usar, podemos enviar as imagens diretamente para um email ou redes sociais e, dependendo do modelo, ainda dá para editar a foto no próprio aparelho. Infelizmente, a qualidade é muito ruim e quase não temos controle sobre como a foto é tirada.

Minha tela de aplicativos no iPhone

Para quem tem interesse em saber mais sobre aplicativos para edição de fotos no celular, leia esses dois posts: http://migre.me/9pJNA http://migre.me/9pJLq

Câmeras compactas

Compactas (Point and shoot):

Como diz o nome em português, a vantagem dessas câmeras é a facilidade em carregá-las para tudo quanto é lugar sem chamar muita atenção. E como diz o nome em inglês, a outra facilidade é que elas são fáceis de usar, bastando apenas “mirar e atirar” (point and shoot). Como nos celulares, o problema dessas câmeras é a baixa qualidade e a falta de controle. Elas também são lentas (impedindo que você, por exemplo, faça fotos de esporte) e tem pouca sensibilidade em baixa luz (impedindo que você tire fotos legais à noite).

GoPro

GoPro:

A GoPro é hoje a queridinha dos praticantes de esportes radicais. As redes de televisão já se renderam a elas e é possível encontrar suas imagens em estilo olho de peixe em todos os tipos de programas, da transmissão do carnaval da Globo ao Mãe e Companhia do GNT. Mas a questão é que a GoPro é uma excelente segunda câmera, pensada para um uso específico. Como ela tem uma caixa estanque, é possível mergulhar a até uns 30 metros com ela. Uma variedade de acessórios permite também que você a posicione nos mais inusitados ângulos, seja no teto de um carro, capacete de um motoqueiro ou na testa de uma criança (como é o caso no Mãe e Cia). Mas a câmera tem baixa qualidade para fotos e não oferece nenhum controle.

Superzoom

Superzoom:

As câmeras superzoom são uma evolução da point and shoot. Possuem sensores pequenos, mas oferecem a oportunidade de fotografar no manual e têm zooms que variam de 15x a 40x. Isso significa que ela vai de uma grande ângular a uma telefoto sem você ter que comprar uma variedade enorme de lentes. Durante anos usei uma Sony HX-1 toda no manual e tirei excelentes fotos com ela. Mas passei sufoco ao tentar fotografar Araras em pleno voo em Bonito (a câmera é lenta para focar e disparar) ou para tirar fotos de um jantar entre amigos (ela tem pouca sensibilidade em baixa luz). Mesmo assim, esse é o tipo de câmera que eu recomendo para quem está começando a fotografar e ainda não quer enveredar pelo mundo das lentes intercambiáveis.

Mirrorless (veja a diferença no tamanho dos sensores)

Mirrorless:

As câmeras sem espelho são razoavelmente uma novidade no mercado. Elas unem o mundo das DSLRs, com lentes intercambeáveis, mas com um tamanho de uma compacta. Isso é possível por ela não ter o espelho que fica dentro das DSLRs e permite que você veja a imagem… Há câmeras mirrorless com diversos tamanhos de sensor e vale a pena escolher bem. Essas câmeras aliam praticidade e baixo peso com, dependendo do tamanho do sensor, uma ótima qualidade e controle sobre a foto. Uma das questões é que essas câmera variam muito em termos de qualidade e funcionalidades. Muitas delas câmeras não possuem Eletronic View Finder (ou seja, em vez de colocar o olho para enquadrar a sua foto, você tem que fazê-lo pela tela de LCD como em uma compacta). Há uma variação também em tamanho de sensor. Por exemplo, uma Pentax Q tem um sensor pouco maior que o de uma câmera compacta, enquanto uma Sony Nex 5N, tem um sensor APS-C. A propósito, se eu fosse comprar uma dessas câmeras, acho que a 5N seria a minha escolhida.

DSLRs

DSLR:

As câmeras DSLR são as ditas profissionais. Possuem sensores maiores, trocam lente, tem comandos manuais e possuem espelho. A operação básica de uma DSLR é a seguinte: para propósitos de visualização, o espelho reflete a luz, vinda através da lente acoplada, para cima, em um ângulo de 90 graus. Isso faz com que o fotógrafo tenha uma leitura mais correta do que está fotografando. Existem umas seis marcas no mercado, mas eu recomendo mesmo ficar entre as mais conhecidas: Canon, Nikon e, vai lá, Sony. Isso porque as marcas maiores vendem mais, investem mais em desenvolvimento e acabam tendo um produto mais barato, confiável e avançado.

DSLRs da Canon (full frame a esquerda e APS-C à direita)

Para quem está começando, vale investir em uma D90, da Nikon, ou T4i e 60D, da Canon. Essas câmeras possuem sensor APS-C e aliam bom preço a qualidade, sem ficar muito a dever a modelos mais caros com o mesmo sensor (como a Canon 7D). Conheço bons fotógrafos que utilizam essas câmeras profissionalmente. Agora, se você tiver dinheiro para investir e quer passar para um outro nível de fotografia, escolha uma câmera Full Frame, como a Canon 5D Mark II ou Mark III e a Nikon D800.

Lentes

Escolher bem suas lentes é tão importante quanto escolher bem sua câmera. Algumas lentes são feitas apenas para o sensor APS-C, então tenha cuidado. As lentes também são específicas para cada marca da câmera, então, se você resolver depois trocar de Canon para Nikon, saiba que terá que trocar as lentes também. O ideal é ter lentes o mais claras possível. Isso significa que, quanto mais abertura do diafragma você tiver, melhor. É com a abertura do diafragma (aliada ao tamanho do sensor) que você consegue trabalhar com a profundidade de campo, focando em um objeto e deixando o restante desfocado. As aberturas são medidas em f stops. As lentes mais baratas, que vêm no kit, geralmente tem aberturas de f/3.5 a 18mm caindo para f/5.6 a 55mm. Fiquei durante muito tempo com uma 18-135mm f/3.5-5.6 da Canon e acho a lente ótima. Mas o jogo muda quando você compra, por exemplo, uma lente 24-70mm f/2.8. Isso significa que você terá uma abertura de 2.8 do diafragma independente da distância focal em que estiver utilizando a lente. As lentes fixas, que não fazem zoom, permitem aberturas ainda maiores. A qualidade da imagem de uma 30mm (em sensores APS-C) ou 50mm (em sensores full frame) totalmente aberta a F/1.4 é impressionante.

Abertura do diafragma

Fotografando com a minha Sigma 70-200mm f/2.8 no Rio São Francisco

Veja dois exemplos de kits de lentes para diferentes bolsos:

•Kit 1:
24-70mm f/2.8 – Canon – US$ 1,6 mil (podendo chegar a US$ 2,3 mil na versão L II)
30mm f/1.4 – Sigma (sensor APS-C) – US$ 450
70-200mm f2.8 – Canon – US$ 1,5 mil  (podendo chegar a US$ 2,5 mil na versão L II)
•Kit 2:
18-135mm f/3.5-5.6 – Canon – US$ 350
50mm f/1.8 – Canon – US$ 90
70-200mm f/2.8 – Sigma – US$ 900

Usando minha Canon como câmera de vídeo

Vídeo
Todas as questões acima abordadas também valem para vídeo (tamanho do sensor, lentes, controle da câmera), mas há algumas questões que merecem ser abordadas individualmente, sendo a principal delas, o áudio. Nenhuma das câmeras mencionadas acima possuem uma boa solução de áudio. Geralmente os microfones internos são pequenos e não há entrada para microfones externos. A exceção está nas câmeras DSLR e algumas Mirrorless, que possuem uma entrada minijack para áudio. Mesmo assim, não se pode plugar qualquer coisa nelas, pois as DLSR possuem um áudio de baixa impedância que torna necessário o uso de cabos especiais. A solução, no caso das DSLR, é comprar um microfone como o Rode Video Mic ou trabalhar com um gravador Zoom H4N ligado a um cabo de baixa impedância. Outro problemas da maioria das DSLRs é que as lentes não têm foco automático para vídeo, fazendo com que você tenha que estar o tempo todo com a mão na lente focando.

DSLR com microfone Rode e viewfinder para tela de LCD

Boas soluções de áudio serão encontradas apenas em câmeras Handycam ou profissionais mais caras. Se você pretende trabalhar apenas com vídeo, vale o investimento. Mas se você for um viajante que quer filmar e fotografar, então ter uma câmera de vídeo e uma de foto pode ser caro e pouco prático. Minha sugestão é comprar uma DSLR e uma solução de áudio para acompanhar. Lembre-se que a pessoa pode até assistir a um vídeo com a imagem ruim (vemos muitos no YouTube), mas é impossível assistir a um vídeo com o áudio ruim. Desligamos na hora.

Filmando no interior de Minas Gerais

Outro problema que pode arruinar um bom vídeo é a estabilização. A maioria das lentes utilizadas nas câmeras DSLR não possuem boa estabilização para vídeo. As câmeras menores também são difíceis de segurar de uma forma que não tremem na hora de uma filmagem com movimentos. Uma solução é comprar um bom monopé que possa também ser utilizado como apoio no cinto, para a estabilização.
Com isso, já dá para notar que filmar demanda um pouco mais de preparação e de periféricos. Vale a pena estudar bem o que está disponível no mercado para a câmera que você pretende comprar. Hoje em dia, há diversas opções e é possível transformar uma DSLR em câmera de cinema.

E a DSLR vira uma câmera de cinema...

Como decidir
Este post é apenas um ponto de partida e acredito que a maioria que o ler até o final vai sair com mais dúvidas do que entrou, afinal estará exposto a mais opções. Uma das formas de entender melhor sobre isso é ler os reviews sobre câmeras e equipamentos na internet. Eu fiz muito isso antes de comprar todas as minhas câmeras. Gosto muito de entrar também em sites de lojas como a BH Photo e Video, montar um carrinho de compras com tudo o que eu quero, ler todas as especificações e depois desmontar o carrinho todo, repetindo o processo com outro modelo de câmera. Se você viajar para os Estados Unidos, tire um dia também para rodar pela BH Superstore, em NY, ou qualquer outra grande loja de câmeras. Lá, é possível testar diferentes modelos e conversar com vendedores bem informados sobre o assunto, uma verdadeira aula. Aqui no Brasil, não há lugares onde possamos fazer isso. Lembre-se também que, geralmente, os amigos fotógrafos adoram falar sobre equipamentos. Então encha o saco deles com todas as suas perguntas. E, quem quiser, pode ainda me mandar perguntas nos comentários aqui do blog que eu vou responder com o maior prazer.

 

 

26 Comentários

  1. Juliana Afonso (2 years ago)

    O post que todos esperávamos! =)
    Ficou ótimo! Vou recomendar a um monte de gente!

  2. Cidilan (@Sepluganomundo) (2 years ago)

    Oi, Pedro!

    Tudo bem?
    Então, vi que você deu várias dicas interessantissimas! Me tirou várias dúvidas. As cameras dslr são carinhas. Estou pesquisando algumas opções como a canon rebel 3ti, mas, ainda não tenho tanta pratica com fotografia. Pensei nas máquinas da Nikon, mas, pelo que vi tem a questão dos números de cliques (e é um dos pontos que me distancia dessa opção). Daí, gostei demais da opção da superzoom, Sony HX-1. Vou procurar mais informações, mas, a principio, ela é bem mais acessível, e já dá pra começar a fazer fotos com um pouco mais de qualidade de minhas viagens. Você tem alguma sugestão de uma dslr semi-profissional, que faz boas fotos e que não seja acima de 1.300 reais?

    Abraço,
    ótimo post!

  3. Carolmay (2 years ago)

    Adorei o post Pedro!!

    Tenho uma Canon T1i, já estou com ela há dois anos e usando a lente que veio com ela uma 18-55mm sem vergonha. Quero uma 18-200mm para não precisar ficar trocando, não tenho paciência de carregar lentes. Estava olhando a 18-200mm da Canon mesmo que está por US$700, um amigo me mostrou na DPReview a 18-270mm da Tamron, o preço é bem similar, em alguns sites custa US$50 a menos. O que você me sugere?

    Outra coisa é que penso em comprar uma compacta a prova d’água, fiquei frustrada no Macuco Safari sem uma câmera!! Tinha visto no dpreview também um super comparativo de câmeras waterproof e a melhor era a Panasonic TS3, mas o review já está mais antigo e agora tem uma Nikon AW100 que parece fantástica. Um colega comprou e adorou. Tem alguma opinião formada sobre o assunto?

    Obrigadinha!! O post está fantástico, vou divulgar!!

  4. Fabio (2 years ago)

    Completíssimo!
    Quem gosta do que faz fala com propriedade, parabéns!
    Abração!

  5. Pedro Serra (2 years ago)

    Oi Carol… a Tamrom não é uma lente ruim, e te daria 70mm a mais de zoom, mas não tenho muito conhecimento sobre essa lente. Se você me perguntasse da Sigma, te diria para ir em frente, pois tenho duas e acho ótimas. É uma pena que aqui a gente não tenha como testar e seja obrigado a comprar tudo pela internet e só ver na hora de usar. Mas acho que se você for a uma daquelas lojas de São Paulo, naquela galeria que tem várias lojas de fotografia, consegue testar as duas na câmera. Geralmente essas lentes genéricas tem um foco mais lento (o que não é grande problema para o tipo de foto que tiramos) e talvez um pouco menos de qualidade, mas se você tira fotos apenas para colocar no blog, isso não será um grande problema. Agora, quanto às compactas à prova d´água, eu não sei nada. queria muito comprar uma também, mas vou esperar. Quando você decidir, volte aqui e deixe um comentário para ajudar o resto do pessoal.

    Bjs

  6. Pedro Serra (2 years ago)

    A DSLR mais barata fica acima desse valor, a não ser que você vá comprar no exterior. Dei uma olhada no Mercado Livre e tem HX1 vendendo por R$ 900. Mas já tem câmeras superzoom mais recentes que você deve encontrar abaixo dos R$ 1,3 mil. O Átila e o Maurício Oliveira recentemente compraram câmeras desse tipo no Paraguari. Vale perguntar a eles qual que eles compraram e se estão satisfeitos.

    A substituta da HX1 é a HX100: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-425320663-cmera-digital-sony-dsc-hx100-162-megapixels-3d-zoom-30-x-_JM

    Tem mais pixels e um zoom melhor.

    Abs

  7. Luiz Jr. (Blog Boa Viagem) (2 years ago)

    Hey Pedro! Muito legal mesmo seu post cara! Curti do princípio ao fim! A dúvida que ficou foi a seguinte. Tenho um gorillapod que comprei alguns anos atrás que funcionava perfeitamente para uma superzoom que tinha até então. Certo dia tentei utilizá-lo com uma DSLR, quase fico sem a lente! O peso da camera + lente não foi suportado pelo gorila. Você possui um gorilapod só para as DSLR? Funcionam bem? Que me diz de sua experiência? Abração amigo ;)

  8. Pedro Serra (2 years ago)

    Fala Luiz, o meu aguenta a minha DSLR com uma lente bem pesada na boa… O Gorillapod tem em umas cinco versões. A versão Hybrid aguenta até 1 kg. A SLR Zoom, até 3 kgs (é a que eu tenho) e a Focus, até 5 kgs.

    Abs

  9. Carolmay (2 years ago)

    Obrigada Pedro, acho que vou ficar com a lente Canon mesmo. Um colega que recomendou a Tamron e gostei do review, mas de coisas que não entendo, prefiro não arriscar. Já das Sigma eu tenho medo, um colega que comprou uma no Paraguai, se arrependeu, fica tudo fora de foco, muito estranho. Depois volto para comentar das minhas compras!

  10. Pedro Serra (2 years ago)

    Eu tenho duas Sigmas e adoro. A questão é que às vezes rola de você pegar uma lente ruim (que eles chamam lá fora de “bad copy”), e isso pode acontecer com qualquer modelo. Mas vai na Canon que não tem erro. E depois conta aqui!!! Bjs

  11. Gustavo - Viajar e Pensar (2 years ago)

    Valeu Pedro!!

    Excelentes dicas, já guardadas.

    Abraço
    @GusBelli

  12. Thiago (2 years ago)

    Li, adorei e conclui: a gente tem que ralar muito pra comprar tudo que quer viu!

  13. Mauricio Oliveira (2 years ago)

    Bom demaissssssssssss!!!
    O post ficou perfeito. É praticamente uma aula.
    Parabens Pedrão! ;)

  14. mariana (2 years ago)

    Oi,
    Estava buscando informações sobre cameras subaquáticas e durante a pesquisa acabei encontrando seu post. Sou apenas uma curiosa que gostaria de fotografar e filmar meus filhos na piscina, praia e coisas do gênero, encontrei recomendações em alguns sites sobre a 233 da fuji , lumix TS1 da panasonic, olympus o tough 8000 e stylus 1030. Gostaria de saber sua opinião e se poderia recomendar algum equipamento. Obrigada!

  15. Pedro Serra (2 years ago)

    Mariana,

    infelizmente eu nunca usei nenhuma dessas câmeras subaquáticas… a que eu uso para filmar debaixo d’água é a GoPro, mas realmente não é a que eu recomendo para o seu tipo de uso. Mas pesquiei aqui e achei esse review com todas as câmeras. Está em inglês, mas nada que o Google Tradutor não possa ajudar.

    Um abraço,

    Pedro

  16. Luciana Antonela (2 years ago)

    Que post bacana!!!!!!
    Para mim foi uma aula, para a escolha da minha primeira câmera.
    Parabéns e obrigada!
    Bjs

  17. Larissa Barros (2 years ago)

    Olá Pedro, adorei o seu post!
    Estou tentando entrar mais no mundo das maquinas. Infelizmente ainda não tenho condições financeiras para comprar uma profissional, posto que além de comprar ela, teria que investir também em um curso. Pretendo então comprar uma semi ou uma profissional mais em conta. Gostaria de saber qual a melhor, para quem tá iniciando a Sony Hx1 ou a Canon Sx40 HS. Gosto bastante de câmeras com boa quantidade de zoom, mas que também tenham ótima resolução. Estou aberta a sugestões sua tb. O dinheiro na qual posso investir é até R$ 1600,00 por ai.
    Queria também sugestões de sites para compra, lojas, ou locais melhores, se possível. Agradeço a atenção! parabéns pelo post.

  18. Larissa Barros (2 years ago)

    Pedro, o que você acha que uma Nikon D3100 por R$ 1.899,00?

  19. Pedro Serra (2 years ago)

    Zero? É mais ou menos o preço, mas tem mais barata no Mercado Livre:

    http://lista.mercadolivre.com.br/nikon-d3100

  20. @lilibollero (2 years ago)

    adorei o post! mas continuo indo de máquinas normais. rs aquelas finas mesmo que já dá pra brincar! =)

  21. giovanna (1 year ago)

    Pedro bom dia, ótimo blog!! tou precisando de uma ajuda sua, preciso uma camera compacta que ofereça possibilidade de ajustes manuais, eu gostei muito da SOny Hx9v, principalmente pela empunhadura para fotos profissionais (consultório), porem vi que o ajuste manual é limitado. Possuo 2 Sony sem ajustes, e uma Cannon A720IS, excelente, porém não prática em relação a portabilidade. Vc conhece alguma que ofereça um controle maior? obrigada!

  22. Douglas Sawaki (1 year ago)

    Pedro, ótimo post! Muito esclarecedor!

    Entre os acessórios que tenho, o gorillapod é um dos xodós. É muito prático, além do uso para fotografar, serve tambem para estabilizar a filmadora, usando um pé apoiado no ombro e um no peito.

    Abraço!

  23. Rafael (1 year ago)

    Realmente, um excelente post!
    Conseguiu resumir em uma página muitos aspectos da fotografia e câmeras, parabéns!
    Procuro uma dessas câmeras profissionais e encontrei vários modelos nesse site http://www.mastertronic.com.br
    Alguém tem uma dica, estou na dúvida entre Canon e Nikon.
    Obrigado

  24. Luffi (1 year ago)

    Optimo post e está de parabéns, creio que ajudou muita gente!!

  25. christiane (1 year ago)

    Ola! Parabéns pelo texto. Amplo e ao mesmo tempo nada cansativo. Gostaria q vc pudesse me ajudar c algumas sugestões. Sei um pouco sobre fotografia digital, porém, ainda me sinto muito crua quando o assunto é câmera x custo beneficio. Me refiro a questão de manutenção e acessórios. Qual a melhor opção neste quesito. Canon ou Nikon? por exemplo as lentes qual tem maior aceitação de lentes? E se possível ainda, rsrsr um site de relevancia em preço e honestidade. Obrigada. se puder me responder ficaria muito grata. um abraço e sucesso.

  26. Fotografar | Dépaysement (3 months ago)

    […] você está procurando um modelo de câmera para chamar de seu indico esses posts aqui e aqui para ajudar na […]

Comments

© 2012 Blog Sem Destino. All rights reserved.
css.php
Get Adobe Flash player