Turismo ferroviário pelo Brasil

By | January 28, 2010 at 11:10 pm | 3 comments | Brasil | Tags: , , , , , , , , , ,

Serra Verde Express

Serra Verde Express

O trem é um dos meus meios de transporte favoritos – deve ser porque minha mãe trabalhou a vida inteira na Rede Ferroviária, A.K.A. RFFSA. Infelizmente no Brasil a qualidade do serviço não é lá das melhores. A exceção está nos trens turísticos, que remetem a um passado onde esse tipo de viagem era bem diferente dos vagões lotados de hoje em dia. Lembro de, ainda pequeno, fazer a viagem no Trem de Prata, que ligava o Rio de Janeiro a São Paulo, em um vagão leito, confortável, e que em nada ficava a dever aos trens que peguei na Europa. O passeio que fiz com a maria-fumaça entre Tiradentes e São João Del Rei está mais para passeio de parque de diversões, o que também não tira o charme da viagem. No último dia 18, porém, surgiu uma nova opção para aqueles que, como eu, gostam de sentir o chacoalhar de um vagão e o barulho constante da passagem sobre os dormentes. O Trem das Montanhas, na região de Domingos Martins, Espírito Santo, fez sua viagem inaugural partindo de Viana até a estação final no município de Marechal Floriano.

O trajeto leva cerca de duas horas, incluindo paradas em Domingos Martins e Araguaia, e passando por cachoeiras, rios, túneis e pela paisagem montanhosa da região, chegando a uma altitude de até 540 metros acima do nível do mar. Diferentes culturas podem ser apreciadas pelos viajantes – açoriana em Viana, alemã em Domingos Martins e italiana em Marechal Floriano. O trecho é atualmente usado apenas para o transporte de cargas durante a semana, e as saídas de turismo estão marcadas para acontecer aos sábados, domingos e feriados, com cerca de três viagens por dia. Está em estudo ainda a possibilidade de uma saída noturna às sextas, com uma parada para jantar.

Os pacotes divulgados esta semana pela Serra Verde Express, empresa que administra a linha, terão programas para diferentes públicos. No mais barato, de R$ 198, o roteiro de um dia inclui uma visita à sede de Domingos Martins, rua de lazer e Casa da Cultura, além de um almoço na Pousada Opashaus e uma visita com guia especializado à Cascata do Galo. O circuito Pedra Azul com Venda Nova do Imigrante, custa R$ 245 e dá direito a almoço no Aroso Paço Hotel ou no restaurante Chez Domaine. O trajeto passa pela Rota do Lagarto, Fjordland e Sítio Ronchi. Quem quiser o pacote com rafting no Rio Jucu vai desembolsar R$ 434. Há ainda pacotes até Vila Velha, com pernoite.

Trem Great Brazil Express

Great Brazil Express

A Serra Verde Express também é responsável por outros roteiros que estão na lista de qualquer amante do turismo ferroviário. Um deles é o Great Brasil Express, o primeiro trem de luxo do Brasil que, em seu trajeto entre Curitiba e Cascavel, passando pela Serra do Mar, “promove uma nostálgica viagem aos áureos tempos da riqueza, do refinamento e do bom gosto”. Os roteiros podem durar entre três e sete dias, dependendo das paradas, e incluem uma visita às cataratas de Foz do Iguaçu. O roteiro de três dias, entre Ponta Grossa e Cascavel, sai por R$ 4.249, incluindo hospedagens em quarto duplo e city tours. Já o roteiro de sete dias, de Curitiba a Foz do Iguaçu, sai por R$ 6.910. Os preços valem até abril de 2010. (clique aqui para ver os roteiros, preços e datas – em PDF)

Great Brazil Express

Vagão do Great Brazil Express

Outro passeio de trem imperdível é o da Pantanal Express, que faz um percurso de 220 km entre Campo Grande e Miranda. São aproximadamente sete horas viajando pelas belas paisagens pantaneiras. O preço pela viagem completa fica em R$ 77, mas, se você preferir o conforto de um camarote, vai ter que desembolsar R$ 100 por cabeça em acomodações para quatro ou oito pessoas.

Assista ao vídeo do passeio:
YouTube Preview Image

———————————————————————————————————————-

Siga o Sem Destino no Twitter

3 Comentários

  1. Carol Wieser (4 years ago)

    Acho que o Brasil deveria investir muito mais em transportes ferroviários. Não somente o turístico, mas sim para aliviar nossas estradas um pouco…

    Mas o turístico, esses são bem luxuosos e esquematizados (apesar de ainda não terem muitos passeios). … mas fica uma pergunta. Será que tem internet gratuíta para os viajantes?? Wiifi?

    ;)

  2. Fê Costta (4 years ago)

    Que delícia de post!! Eu não sabia que havia trens tão voltados para o turismo no Brasil! Muito legal!!

    Certa vez fiz o trecho Belo Horizonte – Barão de Cocais e fiquei encantada! As paisagens da Estrada Real são belíssimas, é de tirar o fôlego!

    Bjos!

  3. Pedro Serra (4 years ago)

    Fê,

    não sabia desse trem… mas já dei uma pesquisada e, assim que tiver um tempinho, vou incluir aqui. Valeu!!!

    Bjs

Comments

© 2012 Blog Sem Destino. All rights reserved.
css.php
Get Adobe Flash player